BR

4 motivos para você contratar uma assessoria contábil

Uma assessoria contábil competente é capaz de fornecer valiosos serviços a uma empresa, como propor medidas destinadas à sua segurança em questões trabalhistas e fiscais, controle financeiro e expansão no mercado, dentre outras coisas.

 
Continue com a leitura deste post e saiba o que é essa atividade especializada, alguns motivos que justificam sua contratação e a importância de verificar a reputação do consultor. Confira!
 
O que é a assessoria contábil
A assessoria contábil é um serviço prestado por profissionais especializados — contadores autônomos ou um escritório contábil (equipe de contadores) —, os quais se dedicam a propor soluções aos seus clientes na área de contabilidade, gestão, assuntos fiscais, trabalhistas, auditoria, dentre vários outros.
Esses especialistas acompanharão o desempenho de sua empresa — lucratividade, finanças, carga tributária, expansão dos negócios etc. —, a fim de sugerir os melhores caminhos e decisões para que ela se mantenha firme em seu mercado e possa crescer e se desenvolver com segurança. A seguir, vamos listar algumas razões que justificam a contratação desse tipo de consultoria.
 
Por que contar com uma assessoria contábil
1. Acompanhamento financeiro
O descontrole financeiro é uma causa comum por trás do fechamento de muitas empresas. Vejamos o que poderá decorrer do desequilíbrio de suas finanças:
impossibilidade de honrar seus compromissos — fornecedores, salários, impostos, empréstimos obtidos etc. — e as consequentes ações judiciais que fatalmente surgirão de tal situação;
 
falta de recursos para a manutenção das operações diárias da empresa;
 
incapacidade de atender aos pedidos de seus clientes, o que provocará perda de receitas e complicará ainda mais o quadro de crise.
 
Com uma assessoria competente, você se protegerá desse risco, pois ela monitorará sua movimentação passo a passo, mediante ferramentas, como o fluxo de caixa — registro e controle de entradas e saídas de numerário, tanto atuais como futuras.
2. Supervisão das questões trabalhistas
Os assuntos trabalhistas são bastante detalhados e exigem muita atenção e um bom conhecimento na área. Vejamos alguns pontos nesse sentido:
 
registros e pagamentos dos funcionários — salários e outros direitos;
 
obrigações previdenciárias — arrecadação das diversas contribuições, como o FGTS, PIS, CPP (contribuição previdenciária patronal) etc.;
 
informações e declarações a serem prestadas aos órgãos governamentais.
 
Seu consultor contábil estará alerta a tudo isso, de modo que você tenha tranquilidade e não seja alvo de uma fiscalização ou de uma ação trabalhista.
3. Planejamento tributário
A carga tributária — total de impostos, taxas e contribuições que sua empresa paga num determinado período — tem um peso muito grande em seu orçamento econômico e financeiro. O assessor contábil elaborará um planejamento adequado nesse campo e apontará o melhor regime tributário — Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional —, com o objetivo de que você pague o menor valor de tributos possível, dentro da legalidade.
4. Gestão de negócios
Toda empresa precisa expandir seus negócios, tornar-se mais competitiva, aumentar seus lucros etc., pois se não agir assim, poderá perder espaço para seus concorrentes. O aconselhamento em gestão empresarial é mais um dos serviços que seu assessor fornecerá a você — por exemplo, o aumento de sua clientela e de suas vendas mediante ações de marketing ou de ingresso no mercado internacional (exportação).
 
Importância da pesquisa no mercado
Você poderá se beneficiar enormemente com os serviços de assessores hábeis. Porém, faz-se necessário pesquisar a competência e credibilidade da empresa ou do especialista que você pretende contratar, pois, como em todos os ramos de negócio, nessa área também existem bons e maus profissionais.
 
Fonte: Mercado Contabil

Receita Federal está inativando CNPJ de igrejas /-/ Novo eSocial. O que muda? /-/ Receita alerta os contribuintes excluídos do Simples Nacional em janeiro de 2018 que queiram fazer nova opção pelo Regime /-/ O profissional da contabilidade e a “síndrome do incompreendido” /-/ Brasil Cidadão: nova exigência para formalização do MEI /-/ Aviso Prévio Trabalhado - Baixa na CTPS com redução dos 7 dias corridos. /-/ Nova posibilidade de contratação para cobertura de cota de aprendizes /-/ Alvo de críticas dos empresários, eSocial deve acabar até o fim deste ano /-/ Abertura e atividades de pequenos negócios são facilitadas por MP /-/ Comissão aprova normas para proteger idoso que se mantém no mercado de trabalho /-/ Empregado Pode ser Impedido de Entrar na Empresa Quando Chega Atrasado? /-/ Idosos e Deficientes Beneficiários do BPC precisam se registrar no Cadastro Único /-/ Sete mil empresas estão na mira da Receita Federal por sonegação /-/ Brasil Cidadão: nova exigência para formalização do MEI /-/ Falta 1 semana para o fim do prazo que se encerra em 30 de abril /-/ Começou no dia 10/04 o prazo para empregadores optantes pelo Simples Nacional, empregadores pessoa física (exceto doméstico), produtor rural PF e entidades sem fins lucrativos cadastrarem seus trabalhadores no eSocial /-/ E-Social começa a receber informações do MEI /-/ Projeto de cobrança da dívida ativa prevê cancelamento de CNPJ e suspensão /-/ Boleto mensal de tributos do MEI será reajustado /-/ Como declarar gastos com educação no Imposto de Renda /-/ IR 2019: Saiba como declarar FGTS e seguro-desemprego recebido /-/ Cadastro Nacional de Obras (CNO) já Pode ser Acessado no Portal do eSocial /-/ Governo não prevê mudança para MEI na reforma da Previdência; alíquota é de 5% /-/ Imposto de Renda 2019: fique de olho para não perder os prazos! /-/ Confira as principais mudanças da reforma da Previdência /-/ O que é pró-labore e qual a diferença dele com salário? /-/ Boleto mensal de tributos do MEI será reajustado /-/ 4 motivos para você contratar uma assessoria contábil /-/ Declaração do IR 2019 vai exigir CPF de menores de todas as idades. Veja como emitir documento /-/ IR 2019: conheça despesas médicas desconhecidas que também podem ser deduzidas no cálculo de imposto de renda /-/ Receita Federal intensifica ações e 3,4 milhões de CNPJs podem ser considerados inaptos até maio /-/ Os cuidados que o MEI precisa ter ao acertar as contas com o Fisco /-/ Aprovado o Programa Gerador da Dirf 2019 /-/ eSocial: conheça as penalidades para quem descumprir as regras /-/ Receita Federal declarará inaptos milhões de CNPJ por omissão de declaração /-/ Projeto muda lei para facilitar comprovação de inadimplência /-/ Autônomos e trabalhadores rurais devem se cadastrar no site da Receita /-/ Risco de segurado entrar no novo pente-fino do INSS é maior; entenda /-/ Ache o seu contador on line no Rio de Janeiro /-/ Escritório de Contabilidade em Jardim Primavera /-/ eSocial: Governo espera adesão de 2,4 milhões de PMEs /-/ Receita Federal prevê taxar auxílio-alimentação /-/ Divulgada Tabela do Salário Família para 2019 /-/ Nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber abono salarial /-/ Reforma do IR está na pauta, mas prioridade é Previdência /-/ Exclusão de Devedores do Simples Nacional – Como Proceder? /-/ Começa o prazo para os MEIs acertarem as contas com a Receita Federal /-/ Receita Federal exclui devedores do Simples Nacional /-/ Proposta acaba com limite de renda para que pais e avós sejam dependentes no IR /-/ Nova Tabela de Desconto do INSS – Vigência 2019 Portaria ME 9/2019. /-/ Adesão ao Simples Nacional exige regularidade fiscal /-/ Mudança no IR pode resultar em perda de R$ 45 bi na arrecadação /-/ Refis vai acabar, afirma secretário da Receita Federal /-/ IRPF: Doações a Fundo de Idoso Poderão Ser Efetuadas Diretamente na Declaração /-/ 5 pontos essenciais para as empresas se adequarem à última fase do eSocial /-/ COAF poderá aplicar punições imediatas /-/ 383 mil caem na malha fina da Receita /-/ Receita espera reduzir tempo gasto por empresas para pagar impostos /-/ Legalização de Empresa e Igreja /-/ Tem dúvidas sobre ser um Empreendedor Individual? /-/ Seja um Microempreendedor Individual /-/