BR

Refis vai acabar, afirma secretário da Receita Federal

Ano Novo, Vida Nova. Nem por isso melhor. O novo governo promete endurecer o jogo com os devedores contumazes que vivem aderindo a programas especiais de parcelamento de débitos fiscais, os chamados Refis.

É o que prevê o secretário especial da Receira, Federal, Marcos Cintra. Em entrevista ao jornal "Valor Econômico" ele afirmou que o Refis, programa de renegociação de dívidas tributárias, deve deixar de existir no governo de Jair Bolsonaro.

O primeiro duelo dele será com a bancada ruralista, uma das primeiras a apoiar a candidatura de Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral e cujo novo coordenador, deputado Alceu Moreira (MDB-RS), quer novo prazo de adesão ao Refis Rural, cujo prazo expirrou no final de dezembro.

Outro confronto será com o deputado Newton Cardoso Júnior (MDB-MG), ex-relator do Refis das médias e grandes empresas e coordenador da bancada informal do Refis, que perdeu vários expoentes.

Mais devedores

Na entrevista, Cintra disse que é contrário ao programa. "Não me fale em Refis. Sou contra. Vou facilitar e simplificar, mas não vou perdoar". O programa permite a redução de multas e juros, além de parcelar o pagamento de impostos em atraso.

Pode ser uma bravata. Afinal, o governo precisará de apoio do governo para emplacar as reformas. E vai ter que fazer agrado aos devedores do Leão. Isso porque os novos deputados e senadores, eleitos em 2018, assumirão seus mandatos devendo R$ 660,8 milhões para a União.

De acordo com dados obtidos via Lei de Acesso à Informação junto a PGFN, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, 90% desse valor representa dividas de apenas 15 parlamentares.

Entre os 15 principais devedores há defensores do Refis, projeto de refinanciamento de dívidas do Governo Federal com descontos em multas e juros. O Fisco, conjunto de órgãos do governo responsável pela arrecadação de impostos, costuma criticar iniciativas como essa, pois cria o que os técnicos chamam de “viciados” em Refis. Em suma, esses usuários recorrentes acabam refinanciando suas dívidas periodicamente, adiando o pagamento à União e lesando os cofres públicos

Mecanismos

Uma das primeiras políticas no campo fiscal, segundo Cintra disse, deve ser a criação de um programa de combate ao devedor contumaz. Segundo o secretário, esse devedor é diferente do sonegador, que frauda os tributos. O contumaz é alguém que reconhece que tem que pagar impostos, mas usa mecanismos judiciais e administrativos para protelar ou diminuir os valores a pagar.

Exagero

Cintra estima que R$ 3 trilhões estejam pendentes de cobrança, por conta de processos administrativos e judiciais. Já a sonegação fiscal chega a R$ 400 bilhões. "Isso é profundamente injusto. A carga tributária é alta, de 32% do PIB, alguns pagam muito, e outros, não", afirmou em entrevista.

Para os defensores do Refis, essa conta é ficção porque boa parte são de empresas quebradas e sem recuperação, como é o caso da Varig.

Fonte: Fenacon

Empregado Pode ser Impedido de Entrar na Empresa Quando Chega Atrasado? /-/ Idosos e Deficientes Beneficiários do BPC precisam se registrar no Cadastro Único /-/ Sete mil empresas estão na mira da Receita Federal por sonegação /-/ Brasil Cidadão: nova exigência para formalização do MEI /-/ Falta 1 semana para o fim do prazo que se encerra em 30 de abril /-/ Começou no dia 10/04 o prazo para empregadores optantes pelo Simples Nacional, empregadores pessoa física (exceto doméstico), produtor rural PF e entidades sem fins lucrativos cadastrarem seus trabalhadores no eSocial /-/ E-Social começa a receber informações do MEI /-/ Projeto de cobrança da dívida ativa prevê cancelamento de CNPJ e suspensão /-/ Boleto mensal de tributos do MEI será reajustado /-/ Como declarar gastos com educação no Imposto de Renda /-/ IR 2019: Saiba como declarar FGTS e seguro-desemprego recebido /-/ Cadastro Nacional de Obras (CNO) já Pode ser Acessado no Portal do eSocial /-/ Governo não prevê mudança para MEI na reforma da Previdência; alíquota é de 5% /-/ Imposto de Renda 2019: fique de olho para não perder os prazos! /-/ Confira as principais mudanças da reforma da Previdência /-/ O que é pró-labore e qual a diferença dele com salário? /-/ Boleto mensal de tributos do MEI será reajustado /-/ 4 motivos para você contratar uma assessoria contábil /-/ Declaração do IR 2019 vai exigir CPF de menores de todas as idades. Veja como emitir documento /-/ IR 2019: conheça despesas médicas desconhecidas que também podem ser deduzidas no cálculo de imposto de renda /-/ Receita Federal intensifica ações e 3,4 milhões de CNPJs podem ser considerados inaptos até maio /-/ Os cuidados que o MEI precisa ter ao acertar as contas com o Fisco /-/ Aprovado o Programa Gerador da Dirf 2019 /-/ eSocial: conheça as penalidades para quem descumprir as regras /-/ Receita Federal declarará inaptos milhões de CNPJ por omissão de declaração /-/ Projeto muda lei para facilitar comprovação de inadimplência /-/ Autônomos e trabalhadores rurais devem se cadastrar no site da Receita /-/ Risco de segurado entrar no novo pente-fino do INSS é maior; entenda /-/ Ache o seu contador on line no Rio de Janeiro /-/ Escritório de Contabilidade em Jardim Primavera /-/ eSocial: Governo espera adesão de 2,4 milhões de PMEs /-/ Receita Federal prevê taxar auxílio-alimentação /-/ Divulgada Tabela do Salário Família para 2019 /-/ Nascidos em janeiro e fevereiro começam a receber abono salarial /-/ Reforma do IR está na pauta, mas prioridade é Previdência /-/ Exclusão de Devedores do Simples Nacional – Como Proceder? /-/ Começa o prazo para os MEIs acertarem as contas com a Receita Federal /-/ Receita Federal exclui devedores do Simples Nacional /-/ Proposta acaba com limite de renda para que pais e avós sejam dependentes no IR /-/ Nova Tabela de Desconto do INSS – Vigência 2019 Portaria ME 9/2019. /-/ Adesão ao Simples Nacional exige regularidade fiscal /-/ Mudança no IR pode resultar em perda de R$ 45 bi na arrecadação /-/ Refis vai acabar, afirma secretário da Receita Federal /-/ IRPF: Doações a Fundo de Idoso Poderão Ser Efetuadas Diretamente na Declaração /-/ 5 pontos essenciais para as empresas se adequarem à última fase do eSocial /-/ COAF poderá aplicar punições imediatas /-/ 383 mil caem na malha fina da Receita /-/ Receita espera reduzir tempo gasto por empresas para pagar impostos /-/ Legalização de Empresa e Igreja /-/ Tem dúvidas sobre ser um Empreendedor Individual? /-/ Seja um Microempreendedor Individual /-/